terça-feira, 26 de abril de 2011

Eu não sei se fujo ou se corro atrás. É um caso que eu já nem sei se era pra acontecer mesmo, é um caso que eu já nem sei se quero que aconteça novamente. É um caso com tantas brigas, tantas complicações, misturado com tantos beijos, com tantas emoções. Quem sabe, a única explicação pra eu não conseguir pular pra fora disso tudo, é que quando eu pego impulso pra saltar, alguma força me empurra pro chão. Talvez teimosia, destino, ou até mesmo amor.

Um comentário: