sábado, 5 de fevereiro de 2011

Ando reparando que às vezes o nosso “Eu Te Amo” vira rotina. No final de toda conversa, a gente sempre fala um “Eu Te Amo”. Só que por mais que essas palavras sejam tão fortes juntas para virarem rotina, quando não são ditas no final de cada conversa, me entristeço. Ai sim, percebo a importância
daquele “Eu Te Amo” diário, só pra “não esquecer”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário