quarta-feira, 10 de novembro de 2010

- Aquele amor que jamais vai embora!

Hoje acordei pensando em você. Fiquei o dia todo imaginando como seria minha vida depois de sua partida. Mas também sabemos que ainda não estamos prontos para a distância, a saudade, a ausência. Aprendi a viver com ódio que sentia de você, ódio do que você me causava. Você me causa medo, medo de "sentir de novo o que eu já não sentia mais”. Me causa pavor quando me olha nos olhos e diz que me ama, pois nesse momento me sinto frágil, desprotegido, me perco em cada respiração sua. Acho que me causa em todas as palavras, medo e pavor. Medo por sentir seu cheiro, sentir o teu beijo, sentir seu abraço, seu calor e quando acabar a noite ter que conviver com a falta que você me faz. Pavor, pavor de ter esse sentimento todo dentro de mim que chega a explodir quando estou com você. Pavor de ter toda a certeza do mundo que você vive em mim, vive em cada milésimo de segundo do meu dia. Eu não sou muito de escrever, mais você se tornou a minha inspiração.




Pra ser sincero, eu não queria de forma alguma me envolver com alguém, não queria mesmo. Então pelo pouco que já conhecia de você, pensei que como somos tão diferentes não me apaixonaria por você e nem você por mim. Mas como sempre, os planos mudaram. Comecei a te ver com outros olhos, e quando menos esperava descobri que estava apaixonado. E como um replay tudo que já havia lhe dito volto a minha cabeça, comecei a ter receio desse sentimento. Eu fui levando, como se cada dia fosse o ultimo, mas não me entregando a esse sentimento. Você também estava sempre distante,e depois tudo se tornou mais intenso, você se tornou mais carinhosa mais perfeita. Nos tornamos pela 1° vez um casal, um casal diferente e engraçado. Tudo conosco se tornava um motivo para sorrir, cada momento com você foi único. Talvez porque estávamos com a incerteza de até quando estaríamos juntos, mais isso seria apenas uma desculpa. Na realidade estávamos com medo, ou inseguros de nos entregar ao que estava acontecendo. Os momentos mais felizes pra mim, foi lá, na sua casa, muitas risadas, choros, abraços, brigas, beijos e etc. Alí era aonde eu cuidei de você por varias vezes, já dançamos, brincamos, rimos, conversamos,e até rolamos no colchão que nem dois idiotas :P ! tudo foi fantástico. Esses 9 meses que estavamos juntos eu poderia escrever um livro de momentos dos mais diversos que vivi com você. Acho que não tenho escolha, te deixar ir não é uma alternativa e sim uma certeza. Se pudesse não te deixaria nem por um segundo, só pra ter a certeza de que não iriam te tirar de mim, mais não posso fazer isso. Talvez você pense que não ligo que você vá embora, mais eu ligo. Não quero mais demonstrar tristeza perto de você , você deve ashar que eu sou depressivo haha. Então, quero aproveitar cada minuto com você, por mais que sejam poucos, eu quero ter o prazer de estar com você como amiga de agora em diante. Eu gostava tanto quando dizia que me amaava, e que não queria me perder. Te acho chata, feia, boba, gorda, mais não consigo ficar longe de você. Impressionante kkkkk brincs. Isso tudo se resume em um único porque. Porque eu te amo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário